20 março, 2017

Ostara: 21 de Março

20 março, 2017

Ostara ocorre dia 21 de Março e celebra o Equinócio de Primavera, onde dia e noite passam a ter duração idênticas, estabelecendo-se o equilíbrio. Também há mais energia sexual, a renovação da vida manifesta-se em todos os lugares.
Ostara é tido como um momento de união e amor entre a Deusa (Lua) e o Deus (Sol), pois é um período de igualdade e equilíbrio entre as forças da Natureza, e isso indica também que é o momento ideal para fortalecer a energia de complementariedade entre homem e mulher.
A primeira e mais preservada Tradição Pagã de Ostara é a pintura e decoração dos ovos. O ovo simboliza a fertilidade da Deusa e do Deus, o símbolo de toda a criação. É uma Tradição também esconder os ovos, e achá-los simboliza que a pessoa alcançará suas metas. Outro simbolismo é o coelho da Páscoa. Muitos nem sequer percebem que o coelho é um dos maiores símbolos de fertilidade da Deusa, pois eles levam um período de 28 dias para gestarem e darem à luz os filhotes, e 28 dias é o ciclo de uma lunação.
Além disso, a lenda do coelho da Páscoa tem uma estreita relação com a Deusa Eostre, na qual um gentil coelhinho pedia favores a Deusa e em troca punha ovos, decorava-os e presenteava a Deusa com eles. Segundo a lenda, Eostre ficou maravilhada com a beleza dos ovos e ficou tão contente que desejou que toda a humanidade pudesse partilhar de tamanha beleza e alegria. Assim, o coelho começou a viajar por todo o mundo na época do Equinócio da Primavera, presenteando a todos com seus ovos decorados.
O altar pode ser decorado com uma toalha verde, flores, ovos, sementes e imagens de coelhos.
Ostara é o tempo da renovação, o momento ideal de passear por jardins, parques, bosques, florestas e outros lugares verdes, fazendo do passeio um verdadeiro ritual.
É o Sabbat oposto de Mabon (21 de Setembro).

Correspondências:
  • Cores: verde, amarelo, branco;
  • Ervas: tanchagem, lavanda, manjerona, alecrim, lilás, violetas, limão, bálsamo, madressilva, musgo de carvalho, rosas, sabugueiro, salgueiro, açafrão, narciso, junquilho, tulipa, cravos, verbena, urtigas, trevos, manjerona, magnólia, bolota, cinco-folhas, narciso, corniso, lírio-da-páscoa, íris, jasmim, rosa, morango, açafrão, flores campestres e de Árvores de Frutos, hortelã, Erva Cidreira;
  • Cristais: quartzo branco, quartzo rosa, ágata, lápis-lazúli, amazonita, citrino, pedra da Lua, ametista, aquamarina, jaspe, helitropo, hematite;
  • Símbolos: coelhos, ovos, flores, os Rebentos, Sementes e bolbos, lebres, carneiros, cordeiros, Luas Crescentes, pintainhos, ninhos, cestas, coroas de flores, borboletas, abelhas, casulos, poços;
  • Deuses: Eostre, Ostara, Rhianon, Flidais, Conventina, Aurora, Astarte, Kore, Perséphone, Proserpina, Freya, Frigg, A Dama do Lago, Blodeuwedd, Aphrodite, Vénus, Cybèle, Gaia, Héra, Minerve, Athenas, Isis, Coatlicue, Ishtar, Asasa Ya, Flora, Rheda, Ma-Ku, As Musas, Tarvos, Adonis, Pan, Fauno, Cerrunnos, Greenman, o Hern , Dagda, Ovis, Dylan, Odin, Thot, Osiris, Attis, Mithra, Dyonisio, Baco, Llew, Narciso, Thor (nórdico), Taliesin;
  • Incensos: Erva-doce, Canela, Rosa, Sândalo Vermelho, Cedro, Gerânio, Poejo, violeta africana, jasmim, sálvia, morango, alfazema, Narciso, Hisopo, Trevos, magnólia, mimosa, açafrão, dente de leão, Mirra, Benjoim, lótus, Olibano, Bergamota;
  • Comidas: Legumes de folhas verdes, Produtos Lácteos, Queijos, Pudins, Ovos, Frutas da época, “Waffles”, Bolos de mel e de frutas da época, Lentilhas, Trigo, “Brioches”, Pães de Sementes, Quiches, Tartes, Natas, Chocolate, Amêndoas, Couves, Espargos, Geleias, Doces, Cordeiros, Bacon, Vitelo, Cabrito, Hidromel, Vinhos frutados, Licores, Leite, Eggnog, Cerveja, Cidra, Tisanas, Xaropes, Ponches, Sangrias;
  • Nomes Alternativos: Equinócio Vernal, Festival das Árvores, Alban Eilir, Rito de Eostre, Ostre, Oestre, Eostre, Eostara, Equinocio de Primavera, Finding, Naw Ruz, Alban Elfed, Ritos de Primavera, Dia d’Eostra, Lady Day, Primeiro dia de Primavera, Saint-Patrick’s Day, Dia da Senhora.
Actividades:
  • Caminhar pelo campo para colher flores e enfeitar toda a casa com elas;
  • Celebrar a Natureza fazendo uma oferenda aos elementais, agradecendo pela beleza proporcionada pela Primavera;
  • Plantar uma árvore ou flores;
  • Fazer um jardim;
  • Colorir ovos e enfeitá-los com símbolos de fertilidade;
  • Levar um buquê de flores a uma nascente em homenagem ao Espírito da Primavera;
  • Vestir roupas verdes;
  • Acender fogueiras ao amanhecer;
  • Iniciar os novos projectos que anteriormente delineamos em Imbolc;
  • Tocar sinos, pendurar sinos e guizos nas janelas e jardins;

Fontes: Caverna da Bruxa

Sem comentários:

Enviar um comentário

Celtic Woods © 2014